Glicemia ideal: conheça as melhores formas de acompanhar

4 minutos para ler

Ter a glicemia ideal é essencial para prevenir os riscos de diabetes e manter o nível de açúcar adequado no sangue de pessoas que já têm doença. Esse valor pode ser constatado por meio de um exame de sangue, que mensura a taxa de glicose presente na circulação sanguínea, no qual o paciente precisa estar em jejum de 8 a 12 horas, tanto de alimentação quanto de bebida — exceto água.

Por ser uma doença muitas vezes silenciosa e que acomete grande parte da população, é muito importante que você entenda as melhores estratégias para evitar variações bruscas da taxa de glicose sanguínea.

Pensando nisso, elaboramos este post para mostrar como isso pode ser feito. Confira!

Quais são os valores de referência do exame de glicemia em jejum?

Os valores encontrados por meio do exame de glicemia em jejum podem ser avaliados da seguinte forma:

  • hipoglicemia: igual ou inferior a 70 mg/dl;
  • normal: entre 70 e 99 mg/dl;
  • pré-diabetes: entre 100 e 125 mg/dl;
  • diabetes: superior a 125 mg/dl.

Quando o valor apontado no exame for maior que 125 mg/dl, um novo exame deve ser feito em outro dia para confirmar o diagnóstico de diabetes.

Quem precisa fazer esse exame?

Geralmente, o exame é solicitado pelo médico para identificar a predisposição ou acompanhar os níveis de glicose dos pacientes que já realizam o tratamento dessa condição. Além disso, é um dos exames solicitados nos check-ups, e é fundamental para pessoas que apresentam algum dos seguintes fatores de riscos:

  • sedentarismo;
  • pressão alta;
  • sintomas de diabetes (fome excessiva, sede e perda de peso);
  • obesidade;
  • doença coronariana, por exemplo, infarto ou angina;
  • histórico familiar.

O que pode ser feito para manter a glicemia ideal?

Várias medidas podem ser adotadas no cotidiano para manter o nível glicêmico ideal. Veja, a seguir, algumas delas.

Não deixe de tomar o café da manhã

Quem é acostumado a não tomar o café da manhã tem mais chance de desenvolver diabetes tipo 2. Isso porque a refeição matutina auxilia na estabilização da glicemia no decorrer do dia.

No entanto, é importante combinar os alimentos de maneira saudável, afinal, iniciar o dia comendo apenas carboidratos faz tão mal para a taxa de açúcar no sangue quanto pular o café da manhã.

Pratique exercícios físicos

Grande parte das pessoas diagnosticadas com essa condição estão acima do peso e o excesso de gordura corporal aumenta o risco de desenvolvê-la. A prática regular de exercícios físicos pode contribuir na prevenção, controlando o peso e melhorando o fluxo sanguíneo.

Mantenha uma alimentação saudável

Tendo em vista que essa doença engloba uma deficiência na capacidade do corpo para produzir ou usar a insulina para transformar açúcar em energia, é necessário ter uma alimentação equilibrada e limitar a quantidade de glicose e amidos digeridos, além de evitar alimentos que fazem mal à saúde, como os processados.

Acompanhe o valor da glicemia

Para acompanhar o índice glicêmico em casa, você precisa ter um aparelho dosador de glicose, conhecido como glicosímetro. Para utilizá-lo é preciso seguir os seguintes passos:

  • lave as mãos e insira uma tira de teste no medidor;
  • utilize o dispositivo de punção ao lado do dedo para retirar uma gota de sangue;
  • segure a borda da tira, passando o sangue para o papel e espere o resultado;
  • seu nível de glicose vai aparecer no visor do aparelho.

Ao finalizar o teste, anote os resultados e avalie como seus hábitos podem estar influenciando no nível de glicose no sangue. Se o valor estiver alto ou baixo por muitos dias seguidos, o ideal é procurar auxílio médico para indicar as mudanças a serem realizadas ou tratamento adequado.

O diabetes é uma doença perigosa, porém, possibilita que hábitos sejam adotados para reduzir os riscos de incidências ou manter os seus níveis controlados. Por isso, não espere mais para implementar uma rotina mais saudável, ter o acompanhamento médico apropriado, realizar exames regulares e contar com uma ferramenta como o My Saúde que vai ajudar você nesse controle, garantindo seu bem-estar e melhor qualidade de vida.

Agora que você já sabe como manter a glicemia ideal, aproveite para ler o guia da importância do acompanhamento médico para uma vida saudável e entender melhor sobre o assunto.

Posts relacionados

Deixe uma resposta